Pular para o conteúdo principal

#386 - Boeing / Embraer: possível recuo do governo faz Embraer divulgar voto de acionistas

Preocupada com a possibilidade de recuo do governo na parceria com a Boeing, a Embraer resolveu divulgar antecipadamente o voto dos acionistas que já se manifestaram favoráveis ao negócio, disse o Antagonista na tarde dessa sexta-feira (22/2).

Seriam votos de acionistas que decidiram favoravelmente e votam à distância, representando, estes, 20% do total.

Cláudio Dantas (O Antagonista) citando Aurélio Valporto, presidente da Abradin:
A Abradin (Associação Brasileira de Investidores) vê com estupefação a divulgação pela Embraer dos votos à distância 96 horas antes da votação presencial, na tentativa de influenciar os 80% de votos restantes.
São notadamente de estrangeiros, que não podem ser considerados na proporção de 40% dos votos válidos. 
A Abradin reitera que esta é uma operação danosa à empresa, aos acionistas e à economia nacional, portanto o voto favorável à operação encerra, necessariamente, interesses inconfessáveis.

O recuo do governo se daria, segundo Dantas, por conta do presidente Jair Bolsonaro não ter sido devidamente informado por seus assessores dos aspectos negativos do negócio, como a transferência das atividades industriais para os EUA.

Crédito: Embraer

Esta semana teria chegado ao gabinete do Presidente um relatório que aponta questões sensíveis sobre o negócio, dentre elas:
  • A transferência de atividades industriais de Gavião Peixoto (SP) para os EUA, referentes ao KC-390 que deixaria de ser montado no Brasil
  • A propriedade intelectual do projeto da FAB passaria para a nova empresa controlada pela Boeing
  • A "Nova Embraer" será regida pelas leis de Nova Iorque

O Antagonista divulgou em seu site trechos dos documentos que deram origem às alegadas preocupações de Bolsonaro. Ao que parece, alguém deixou passar pontos importantes do acordo ou os riscos não foram discutidos com a profundidade necessária. A conferir.



São Paulo, 22 de fevereiro de 2019

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se