Skip to main content

#185 - Eleições: cenário se encaminha para uma final entre Bolsonaro e Haddad

Boa quinta-feira galera. A esperada transferência de votos para Fernando Haddad está levando o candidato petista para a disputa do segundo turno com Jair Bolsonaro. Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (19/9) aponta o candidato do PSL com 28% e Haddad com 16%, superando Ciro Gomes que agora aparece em terceiro com 13% das intensões de voto. Alckmin (9%), Marina (7%), Amoêdo (3%), Alvaro Dias (3%) e Meirelles (2%) vêm na sequência.

As eleições ficam assim com caráter plebiscitário entre eleitores petistas e eleitores anti-petistas. Candidatos de centro, no entanto, podem se articular visando criar condições para o chamado "voto útil". Na previsão para o segundo turno, o Datafolha aponta um empate técnico entre Bolsonaro e Haddad com 41% do votos.

crédito: UOL

Economia e política

2  A desativação do complexo nuclear de Youngbyon foi anunciada pelo ditador da Coreia do Norte Kim Jong-un e por seu vizinho do Sul, Moon Jae-in, nesta quarta (19/9). É parte do acordo feito com os EUA e depende de medidas correspondentes por parte dos americanos.


Muito do que foi negociado e acordado no histórico encontro entre Donald Trump e Kim Jung-un não foi reproduzido na versão final do documento firmado pelos dois presidentes nesta terça-feira (12/6), afirma Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA. O consenso de que as armas nucleares do país serão verificadas e fiscalizadas em profundidade por equipes internacionais é um dos pontos. A declaração é também uma resposta à especialistas que consideraram vaga demais a declaração final. "Nós esperamos conseguir atingir um significativo desarmamento nos próximos dois anos e meio ou algo próximo disso", disse Pompeo nesta quarta-feira (13/6).

Empresas da economia digital

3  A quarta loja AmazonGo foi aberta essa semana em Chicago. É a primeira fora de Seattle. As lojas sem caixa de Jeff Bezos vendem produtos de conveniência como refrigerantes, sanduíches, iogurtes, etc. 

EP (Dez/16):
Deep Learning, computer vision, sensor fusion e mais um par de truques de última geração são as novas armas da Amazon para cumprir a promessa do fim das filas e de quebra um mecanismo de pagamento ainda mais simplificado.
As tecnologias anteriores não venceram as etapas do experimental ou da "fase beta" como preferirem. As grandes redes de supermercado bem que tentaram, mas nem de longe se equiparam às grandes empresas da economia digital, como são a própria Amazon, o Google, a Apple ou mesmo o Uber, [já correndo o risco de ter deixado outros grandes players de fora].
Se der certo, já sabe... são mais alguns milhares de empregos [só nos EUA] que vão estar na reta a partir de 2017. Essa eu quero conferir de perto!!!



São Paulo, 20 de setembro de 2018