Skip to main content

Intel aposta pesado no mercado de autônomos

A gigante dos chips não está apenas à margem quando se trata de veículos autônomos. Há uma estratégia global, de ponta a ponta, e eles serão um player de respeito nesta área, alerta Patrick Moorehead em seu artigo desta semana para a Forbes.

Novo laboratório avançado
Além de contar com parceiros de respeito como BMW, Delphi, Ericson e Here, a Intel anunciou o seu Laboratório de Veículos Avançados do Silicon Valley, o 4º deste tipo nos EUA e na Alemanha. O anúncio foi feito durante o recente Autonomous Driving Workshop na Califórnia. Mas isso não é tudo.

$30+ bi US$ em investimentos
A Intel anunciou em meados de março último o acordo para aquisição da Mobileye* por $15.3 bi US$, depois de outra mega operação de compra da Altera e sua tecnologia FBGA** por $16.7 bi US$ completada em dez/15.

Na cola das rivais
E assim a Intel vai se posicionando numa competição direta com as rivais Nvidia e Qualcomm no desenvolvimento de sistemas eletrônicos para a nova era onde as grandes montadoras globais [mas não só] estão apostando suas fichas no futuro mercado de veículos autônomos.



* Empresa israelense que constrói mapas [em regime de crowdsourcing] com registros em 3D da sinalização encontradas nos trajetos e de dados unidimensionais com as condições das vias. Em 2016 a Mobileye já tinha acordos com a GM e a Volkswagen nesse sentido.

** Field Programmable Gate Array (FBGA) - basicamente uma tecnologia com habilidade de mudar a unidade de processamento em tempo real, tanto no controle de fluxo da cpu quanto no caminho percorrido pelos dados dentro do processador.