Skip to main content

#005 - Brasileiros são contra a privatização. Será mesmo?

Boa segunda-feira amigos. 55% dos brasileiros com renda superior a dez salários mínimos mensais são a favor da privatização, segundo o Datafolha. A má notícia é que pelos demais critérios o resultado foi o inverso e por larga margem de diferença. No geral, 67% da população acredita que "a venda de estatais brasileiras para grupos estrangeiros traz mais prejuízos do que vantagens.", diz a Veja.

Após décadas de lavagem cerebral é natural que as pessoas tenham uma certa aversão à ideia de privatização e convenhamos, nós brasileiros nunca nos encantamos com os ideais do liberalismo. A retórica corrente é que a privatização favoreceria a entrega do país ao "capitalismo malvadão" internacional, que as estatais são "defensoras dos interesses nacionais" ou ainda que são agentes estratégicos para o país. Nem sempre é assim, sabemos bem disso.

Quanto à metodologia da pesquisa, é bastante questionável a acuracidade das respostas dadas por quem é surpreendido com tal questão relativamente complexa. Em que contexto as perguntas foram feitas? Quais perguntas foram feitas anteriormente? Estariam os entrevistados suficientemente bem informados para opinar?

Num estudo clássico feito nos EUA uma mesma questão foi formulada para dois grupos distintos de pessoas e de duas formas diferentes. Para o primeiro grupo foi perguntado: você é a favor dos EUA entrarem na guerra? E para o grupo: você é a favor dos EUA entrarem na guerra contra Hitler? O resultado, como se supunha, foi o "não" para a primeira pergunta e "sim" para a segunda.

Não quero dizer com isso que a pesquisa foi mal-intencionada ou mesmo manipulada.Todavia, trata-se, no mínimo, de uma "bola levantada" na medida para certos setores retrógrados da sociedade, interessados em combater o impeto privatista que toma conta do atual governo.


São Paulo, 8 de janeiro de 2018