Skip to main content

#051 - Governo Trump bloqueia aquisição da Qualcomm pela Broadcom

Boa quarta-feira amigos. Trump segue a recomendação do Departamento do Tesouro e bloqueia a aquisição da Qualcomm pela Broadcom. Haveria risco de corte de investimentos em P&D dado o histórico da Broadcom, diz o relatório do DOT. Há também uma questão específica de contratos estratégicos com o Departamento de Defesa (DOD) dos EUA [como referência, lembrem do block de Brasília no caso da Boeing/Embraer]. A negociação alertou o Google e a Microsoft que também pediram a oposição do governo à aquisição. A Qualcomm é uma das principais desenvolvedoras do padrão 5G - a menina dos olhos de 9 entre 10 empresas envolvidas com telefonia móvel, incluindo aí as chinesas. Precisa mais motivos?

- Morre Stephen Hawking - famoso físico teórico que contribuiu com o entendimento dos buracos negros e a origem do universo, na manhã desta quarta-feira (14/2). Hawking tinha 76 anos e vivia em sua casa em Cambridge, Inglaterra. Numa declaração seus filhos disseram:
“We are deeply saddened that our beloved father passed away today. He was a great scientist and an extraordinary man whose work and legacy will live on for many years. His courage and persistence with his brilliance and humour inspired people across the world. He once said, ‘It would not be much of a universe if it wasn’t home to the people you love.’ We will miss him forever.”
Para Hawking, autor de livros famosos como Uma Breve História do Tempo, a raça humana é tão insignificante comparada com o universo que se for extinta o evento não teria grande importância cósmica. O cientista e Ph.D pela Universidade de Cambridge se foi antes de realizar um de seus maiores sonhos: fazer uma viagem espacial.

- Elon Musk estaria trabalhando em um projeto secreto ligado à área de mídia, segundo o The Daily Beast. Vários ex-editores e escritores do The Onion teriam sido contratados pelo executivo da Tesla. É de conhecimento público que Musk já havia considerado comprar a própria publicação satírica há alguns anos atrás. 

Aeronáutica e Espaço

- E por falar em viagem espacial, o Presidente Donald Trump mencionou  a criação de uma U.S Space Force, trazendo de volta uma ideia proposta pelo congressista republicano Mike Rogers no ano passado, mas que não foi bem recebida pelo Pentágono. A declaração foi dada durante uma visita à Marine Corps Air Station Miramar na Califórnia nesta terça-feira (12). Disse o POTUS:
We are finally going to lead again — you see what’s happening, you see the rockets going up left and right, you haven’t seen that for a long time. Very soon we’re going to Mars. You wouldn’t have been going to Mars if my opponent won, that I can tell you. You wouldn’t even be thinking about it.
My new national strategy for space recognizes that space is a warfighting domain, just like the land, air and sea. We may even have a Space Force — develop another one, Space Force. We have the Air Force, we’ll have the Space Force. We have the Army, the Navy.
You know, I was saying it the other day, because we’re doing a tremendous amount of work in space, I said, ‘Maybe we need a new force, we’ll call it the Space Force.’ And I was not really serious. And then I said, ‘What a great idea, maybe we’ll have to do that.’ That could happen.

- Um cão morreu sufocado em um voo da United que fazia a ligação Houston (TX) e Nova Iorque depois que uma comissária de voo mandou a dona colocar o animal no compartimento de bagagem. O cão estava sendo transportado dentro de um case próprio para caber embaixo do assento do passageiro. A empresa de pronto devolveu o dinheiro das passagens à dona do animal e aos seus dois filhos e disse que vai investigar o incidente. A United é a mesma responsável pela retirada violenta de um passageiro pelo corredor de uma de suas aeronaves e pela morte de um coelho gigante no ano passado (sic).

- Cora é um protótipo de um táxi aéreo autônomo criado pela Kitty Hawk - empresa de Sebastian Thrun, pioneiro dos veículos autônomos à época que trabalhou para o Google. 100% elétrico, decola na vertical, voa como um avião a 93 milhas/h e tem autonomia de 62 milhas com uma carga. Curioso apenas. Difícil acreditar que um veículo como esse seja autorizado a operar em alguma área urbana por um longo tempo.




São Paulo, 14 de março de 2018