Skip to main content

#086 - NASA e ESA assinam acordo para trazer amostras do solo marciano à Terra

Boa quarta-feira amigos. Agências espaciais dos EUA (NASA) e da Europa (ESA) assinaram nesta quinta-feria (26/4) uma declaração de intenções para explorar alternativas de como coletar amostras do solo de Marte e traze-las de volta à Terra.

crédito: NASA JPL/Caltech


George Dvorsky (Gizmodo):
The first stage will involve NASA’s 2020 Mars rover. This probe will collect and pack the soil samples into about 30 pen-sized canisters, which it will plop onto the surface for later retrieval. 
For phase two, a second small rover will collect the canisters and deliver them to a Mars Ascent Vehicle—a small rocket that will deliver a shoebox-sized container to space. This container, with its soil samples packed inside it, will orbit Mars until the third and final stage of the mission.
A third launch from Earth will send a spacecraft to Mars, where it will rendezvous with the container, scoop it up, place it into an Earth Entry Vehicle, and then head back home. Once at Earth, the spacecraft will make an atmospheric entry and land somewhere in the United States. The container will be retrieved, placed in quarantine, and finally analyzed by an international team of scientists.

Nada como ter amostras de solo em mãos para realizar análises mais acuradas, por melhores que sejam os equipamentos enviados à Marte. Mais que isso, geólogos, mesmo aqui na Terra, argumentam acerca da importância de eles próprios realizarem as explorações e as coletas in loco.


Economia e Política

- Brasil, Argentina e Austrália estão fora do esquema majorado de tarifação do aço e do alumínio imposto pelos EUA. Pelo menos preliminarmente até o dia 1º de junho, de acordo com a Casa Branca.  Detalhes ainda não foram finalizados, mas as exportações desses países não enfrentarão as obrigações dos EUA a partir de hoje. Em 23 de março último, o governo Trump estabeleceu tarifas de 25% sobre o aço e de 10% sobre ferro importado de diversos países.

Redação (Reuters):
O Brasil exportou para os EUA cerca de 5 milhões de toneladas de aço em 2017, 80 por cento deste volume foi material semiacabado, usado como insumo para ser laminado pela própria indústria siderúrgica norte-americana... Autoridades do governo norte-americano afirmaram que os países exportadores de aço e alumínio vão ter que concordar com cotas para proteger de maneira similar os produtores dos EUA. A isenção permanente dada à Coreia do Sul ocorreu em troca do país aceitar reduzir suas exportações aos EUA em cerca de 30%.


Empresas da Economia Digital

- A partir desta terça-feira (1/5) você já pode adquirir o novo headset de realidade virtual do Facebook, o Oculus Go. O anúncio foi feito por Zuckerberg durante a conferência de desenvolvedores F8 na Califórnia. Trata-se do 1º modelo da empresa que funciona standalone, ao contrário dos comumente encontrados no mercado, que requerem um PC ou um smartphone. 

credito: inverse.com

While smartphone-free VR has been in the works for some time, a fully functional VR headset for $200—the cost of the less expensive Oculus Go—might be just the thing the platform needs in order to take off. 
The Go is available in 32GB and 64GB models (chipset Snapdragon 821), for $200 and $250, respectively, and you can purchase the headset from the company’s store, Amazon, or Best Buy. It ditches the need to use your smartphone as your VR screen, but you’ll still need one to get it up and running. It includes a controller that lets you navigate your virtual environment. 
Inside, the Go has a 2560 x 1440 LCD (538 PPI) screen and built-in speakers so you don’t need headphones... In terms of app support, the Oculus Go has a catalog of over 1,000 available apps and is compatible with the same apps that run on the Samsung Gear VR (made in partnership with Oculus).

Reviews de primeira hora mostraram restrições do Oculus Go se comparado ao Rift e ao HTC Vive, [encontrados na Amazon pelos preços de $420 USD  e $499 USD respectivamente]. Por se tratar de um produto de entrada, o Oculus Go pode ser considerado como uma opção de excelente custo benefício. A conferir!






Meio Ambiente & Smart Cities

- A Designworks, uma empresa subsidiária da BMW com sede na Califórnia, aceitou o desafio de criar um ambiente confortável para os pods da Virgin Hyperloop One que serão utilizados no projeto que se encontra em fase de P&D RTA - Autoridade de Transportes e Estradas de Dubai.




Andrew Krok (CNET):
Designworks had two major constraints -- there can't be windows, and passengers need to remain seated for the duration of the trip. It then focused on the humans in the seats, providing them with plenty to do, whether it's adjusting light colors or perusing a built-in entertainment display. The leather seats have integrated heating and cooling, something that's been a hot item in the automotive industry for years.

Um avanço e tanto se comparado ao esboços criados na fase conceitual do projeto que vimos entre 2-5 anos atrás.


São Paulo, 2 de maio de 2018