Skip to main content

#089 - Veículo desgovernado atinge carro autônomo da Waymo nos EUA

Boa segunda-feira galera. Um veículo autônomo da Waymo (Alphabet/Google) se envolveu em um acidente no Estado do Arizona, EUA, na última quinta-feira (3/5). O vídeo publicado logo em seguida pela empresa, mostra claramente que a minivan e o próprio operador nada poderiam ter feito para evitar o choque causado por um veículo que atravessou a pista central da avenida no sentido contrário.

Chris Davies (Slash Gear):
"Today while testing our self-driving vehicle in Chandler, Arizona, another car traveling in an oncoming lane swerved across the median and struck our minivan,” Waymo told SlashGear in a statement this evening. “Our team’s mission is to make our roads safer – it is at the core of everything we do and motivates every member of our team. We are concerned about the well-being and safety of our test driver and wish her a full recovery, Waymo said.




Um dos maiores desafios das empresas que desenvolvem este tipo de tecnologia é provar, sem sombra de dúvida, que os carros autônomos são tão ou mais seguros do que os convencionais, descartando, por enquanto, uma antevisão dos acidentes por meio de alguma capacidade sobre-humana. Quando todos os veículos numa via estiverem simultaneamente em modo autônomo e trocando mensagens entre si em tempo real, aí sim poderemos falar em índices de acidentes muito próximos de zero.


Aeronáutica e Espaço

- O pousador InSight da NASA está nesse momento a caminho de Marte. O experimento científico foi lançado ao espaço neste sábado (5) no topo de um foguete United Launch Alliance Atlas V às 7:05 a.m. hora local da base aérea Vanderberg na Califórnia. Uma vez na superfície do planeta vermelho, uma sonda fará perfurações no solo marciano para coletar dados sobre a sua estrutura interna. Os cientistas querem entender como Marte foi formado, comparando os achados com os dados obtidos na Terra. Trata-se da 1ª missão interplanetária da agência americana desde o envio do rover Curiosity em novembro de 2011.  

    


O sequência de pouso do InSight no dia 26/11 próximo, após uma viagem de 485 milhões de quilômetros, será um episódio a parte. Quem viu a descida do rover Curiosity em agosto de 2012 lembra do chamado "7 minutos de terror" (vejam o vídeo) que representa o período crítico em que uma série de mecanismos de frenagem precisam funcionar perfeitamente para que a nave pouse com segurança em seu destino final. 


Junto com a InSight, seguem dois pequenos satélites - MarCO-A e MarCO-B que farão o papel de uma rede experimental para retransmissão das comunicações para a Terra em conjunto com o satélite Mars Reconnaissance Orbiter.


Empresas da Economia Digital

-  O Facebook avalia a possibilidade de criar uma versão livre de anúncios da sua rede social em troca de uma taxa de assinatura mensal, segundo Mike Murphy (Quartz), citando um artigo da Bloomberg publicado neste sábado(4). Sheryl Sandberg (COO), também citou essa hipótese no contexto do caso Facebook-Cambridge Analytica durante entrevista a uma rede de TV americana semanas atrás. Embora Zuckerberg seja afeito a fazer experiências no Facebook e algo aconteça neste contexto, acho improvável que a ideia prospere muito além disso. A ver!

- O paradoxo das headlines na era digital. Mesmo sabendo que a maioria das pessoas não vai além da leitura da manchete, a redação mais precisa desta pode acabar com as parcas chances da obtenção do click ou de alguma outra reação ao post 😕:


Economia e Política

- O Banco Neon foi liquidado extrajudicialmente pelo Banco Central na última sexta-feira. A ação impactou a fintech associada chamada Neon Pagamentos SA. Os clientes estão assustados; duas instituições com o mesmo nome só podia gerar mal entendidos. A segunda é um banco virtual que tem seus fundos depositados no próprio Banco Central. A fintech está proibida de abrir novas contas, segundo o Banco Central. Os clientes podem realizar saques e pagamentos com seus cartões pré-pagos até o final do crédito mas não podem depositar novos valores. (Reuters) 

Quotes:


São Paulo, 7 de maio de 2018