Skip to main content

#098 - Criadores do Plano Real voltam à cena pelas mãos do pré-candidato Alckmin

Boa sexta-feira galera. A julgar pelas equipes econômicas dos principais pré-candidatos à Presidência da República o país vai estar bem servido a partir de 2019. Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (17/5) os nomes: Edmar Bacha, Pérsio Arida, José Roberto Mendonça de Barros e Alexandre Mendonça de Barros. O time ainda não está completo, teria dito o pré-candidato tucano. Uma boa equipe econômica é, por certo, fundamental para o momento que vivemos, mas não terá grande valor nas urnas se Alckimin não for capaz de convencer o eleitorado de que será capaz de tirar o país do atoleiro em que se encontra. A ver.

2   William Waack, jornalista e âncora do Painel WW, desconstrói argumentos de políticos europeus que assinaram esses dias um documento pedindo a libertação do ex-presidente Lula e a sua participação nas eleições de 2018.



Empresas da economia digital

  3   Jornalistas incrédulos continuam a buscar provas de que a demonstração feita por Sundar Pichai, CEO do Google, não foi uma simulação. Ao introduzir o produto Duplex durante a apresentação no último Google I/O, Pichai disse: "What you’re going to hear is the Google Assistant actually calling a real salon to schedule an appointment for you. Let’s listen.".

Dan Primack (Axios):
Axios asked Google for the name of the hair salon or restaurant, in order to verify both that the businesses exist and that the calls were not pre-planned. We also said that we’d guarantee, in writing, not to publicly identify either establishment (so as to prevent them from receiving unwanted attention).
A longtime Google spokeswoman declined to provide either name. We also asked if either call was edited, even perhaps just cutting the second or two when the business identifies itself. And, if so, were there other edits? The spokeswoman declined comment, but said she’d check and get back to us. She didn’t.
 Primack desconfia do fato de que a pessoa ao atender o telefone não citou o nome do  estabelecimento o que é praxe [especialmente nos EUA]. Primack afirma ter realizado dúzias de ligações para restaurantes e salões de beleza para confirmar aquele padrão de atendimento. Particularmente, a fluidez da conversa entre o Assistent e os "supostos" atendentes me impressionaram, mas não a ponto de achar que o Google seria incapaz de realiza-las com a qualidade apresentada.



  4   Doze funcionários do Google pediram demissão esta semana em protesto pela participação da empresa em um programa militar controverso conhecido como Project Maven. Através dele, o Google provê tecnologia de inteligência artificial que acelera a análise de vídeos gravados por drones classificando imagens de objetos e pessoas. Trata-se dos primeiros movimentos de parte dos 3 mil funcionários que enviaram uma carta ao CEO pedindo o fim da cooperação com os militares: 
If ethical action on the part of tech companies requires consideration of who might benefit from a technology and who might be harmed, then we can say with certainty that no topic deserves more sober reflection—no technology has higher stakes—than algorithms meant to target and kill at a distance and without public accountability... Google has moved into military work without subjecting itself to public debate or deliberation, either domestically or internationally. While Google regularly decides the future of technology without democratic public engagement, its entry into military technologies casts the problems of private control of information infrastructure into high relief.
Protestos nessa área começam a surgir em outras partes do mundo. Há pouco mais de um mês o Instituto de Ciência e Tecnologia Avançada da Coréia (KAIST), cedendo à pressões da comunidade científica, interrompeu suas pesquisas sobre robôs militares autônomos.


  5   Em meio a rumores de que a Apple prepara o lançamento do HomePod numa versão menor, a Strategy Analytics anuncia a estimativa de que a Maçã teria despachado cerca de 600 mil HomePods no Q1/2018. A venda de todos os aparelhos colocaria a Apple com 6% de market share - atrás da Amazon (43,6%) e do Google (26,5%). O valor não difere muito de uma estimativa de vendas divulgada em meados de abril último:

EX POST #073:
Paira uma inquietação no ar por conta do share de 10% nas vendas do HomePod. Há quem diga que $349 USD é um valor elevado. Penso que o cerne do problema é que a comparação está sendo feita contra produtos errados [Google Home e Echo], já que intenção da Apple não é posicionar o HomePod como um smart device.



São Paulo, 18 de maio de 2018