Skip to main content

#136 - Produtor oriental quer contar a história dos meninos da Tailândia

Boa sexta-feira galera. Para Jon M. Chu, produtor/diretor americano de origem chinesa, cineastas e produtores de origem asiática devem ser os responsáveis pela criação do filme que contará a história dos 13 jovens tailandeses da caverna Tham Luang. Chu, em sua mensagem via Twitter nesta quarta-feira (11/7), usa o termo whitewashout cunhado pela indústria audiovisual para se referir a indicação de atores brancos para interpretar personagens negros ou orientais:


Seu mais novo filme, Crazy Rich Asians, com elenco oriental, estréia em agosto próximo nos EUA. Outro produtor se apresentar foi Michael Scott, CEO da Pure Flix (Arizona). Scott, que tem uma esposa tailandesa, esteve no local das operações de resgate fazendo sondagens para obtenção dos direitos sobre a história. Outros virão. A ver.

Economia e política

2  No mercado do aço, bons ventos sopram do norte. Por ter ficado de fora da tarifa extra de 25% imposta pela administração Trump, o Brasil registrou aumento de 10% nas exportações (jan-jun) da commodity para os EUA. As receitas cresceram 32,5% com a escalada de preços por lá. Essa vantagem, todavia, pode não durar muito uma vez que o mercado tende a se reequilibrar mesmo que Trump não reconsidere a sua estratégia comercial. A ver.

3  Tabelamento de fretes. A Câmara aprovou nesta quarta (11/7) a Medida Provisória que estabelece uma tabela de preços mínimos reivindicada pelos caminhoneiros. Além disso, a MP anistia multas de trânsito e judiciais aplicadas no período da paralisação (21/4 a 4/6). Incrível, estamos mesmo reféns daquela categoria, ou o quê? 🤔

4  A ativista paquistanesa Malala Yousafzai, 21, tem recebido críticas nas mídias sociais por seus deslocamentos no Rio de Janeiro protegida por 16 seguranças armados. Parte dos detratores as fazem por má fé, parte é por ignorância mesmo, o que também não alivia em nada a nossa má reputação.   

Roberto Rachewsky (IL):
Malala está certa, Mais Livros Menos Armas não é uma declaração ingênua de uma pacifista, é um desejo, um ideal de quem experimentou ainda jovem o poder destrutivo que uma arma tem como argumento de intimidação.


Empresas da economia digital

5  O Carpool Karaoke: The Series, produzido pela Apple, foi indicado para o Emmy deste ano na categoria de curtas. A série concorre com outras 5 produções: 

Aeronáutica e espaço 

6  As startups Kitty Hawk e Joby Aviation receberam do Pentágono um total de $2 MM USD em 2017 para desenvolvimento de veículos aéreos autônomos. Os recursos foram disponibilizados pela Defense Innovation Unit Experimental (DIUx) uma aceleradora de projetos que são de interesse dos militares americanos.

EP #051 (14/3):
Cora é um protótipo de táxi aéreo autônomo criado pela Kitty Hawk - empresa de Sebastian Thrun, pioneiro dos veículos autônomos à época em que trabalhou para o Google. 100% elétrico, decola na vertical, voa como um avião a 93 milhas/h e tem autonomia de 62 milhas com uma carga de bateria. 


Mark Harris (The Guardian):
For its initial tests, however, Cora would fly at below 200ft, and only over Hollister airport, CA, approximately three times per week. Later tests would include vertical takeoff and landing, hovering, and transitioning to normal flight at up to 5,000ft. Its FAA certificate permits Cora to fly itself, with a pilot overseeing it from a control station on the ground. It can even fly with humans on board, although not paying passengers. 

O interesse por esse tipo de aeronave, obviamente, não se restringe aos militares. As grandes fabricantes do setor aeronáutico, assim como as montadoras de automóveis, estão de olho na prestação de serviços com veículos autônomos quer sejam eles aéreos, marítimos ou terrestres. O futuro caminha nessa direção.

EP #091 (9/5):
A Embraer se tornou nesta terça-feira (8/5) a primeira empresa a apresentar à Uber um modelo conceitual para o projeto de um taxi-aéreo elétrico a ser implementado em pelo menos duas cidades dos EUA até 2020. O desafio foi oferecido a várias outras empresas do setor que, partindo de especificações predefinidas, também irão apresentar as suas propostas.


São Paulo, 13 de julho de 2018