Skip to main content

#142 - PSDB avança e fecha com o "centrão". PSL confirma Bolsonaro mas vice ainda é dúvida

Boa segunda-feira galera. Depois do acordão do PSDB fechado na semana passada com partidos ditos de centro [PP, DEM, SD e PRB], a expectativa deste domingo se voltou para a convenção do PSL. Não exatamente por conta da confirmação de Bolsonaro como pré-candidato, que de fato ocorreu, mas pela indicação do seu vice na chapa. A presença da advogada Janaína Paschoal ao lado do presidenciável, sugeria aos presentes a sua confirmação na sequência do evento, o que acabou não acontecendo.

O Antagonista (citando Janaina Paschoal):
Não é possível tomar uma decisão em dois dias para uma parceria de quatro anos. Não vim aqui atrás de cargo. Minha fidelidade não é com um candidato, mas com o meu país. Estamos dialogando.
2   Quem ficou à deriva foi a pré-candidatura de Ciro Gomes. Seu comportamento errático nos últimos meses desagradou a gregos e troianos. Além de perder apoio do bloco de "centro" que optou por Alckmin, o pedetista ganhou a desconfiança do mercado com declarações contra o acordo Boeing-Embraer e com as promessas de desfazer a reforma trabalhista aprovada por Temer. Ciro também está sem espaço à esquerda, considerando que lá esta postado o fantasma de Lula pronto para ser encorporado por mais um de seus postes políticos. Cresce com isso, o consenso de que a sua chance de chegar ao segundo turno virou pó.   

3   O pedido de desculpas de Elon Musk ao mergulhador inglês Vern Unsworth na última quarta-feira (18/7) [via Twitter] parece ter dado fim ao bate boca nas mídias sociais:


Elon Musk estava sendo criticado por reagir às provocações de Unsworth.

Bard Wilkinson (CNN): 
Asked how he felt about Musk's remark, Unsworth added: "I am not gonna make any further comment about him but I think people realize what sort of a guy he is." The unfounded claim came after Unsworth called Musk's miniature sub a "PR stunt."
He had said in an earlier interview with CNN that Musk's miniature escape pod "had absolutely no chance of working." He can "stick his submarine where it hurts," Unsworth said during the interview in Thailand.
Na esfera judicial, todavia, a questão ainda poderá ter desdobramentos. Até a última segunda-feira (16/7) o mergulhador inglês considerava uma ação legal contra Musk por conta da afirmação infundada [via um tuíte posteriormente apagado] de que ele era um "pedo" (pedófilo). Aguardem os próximos capítulos, essa história ainda não terminou!

4  Coerente com a posição de seu partido - quando votou majoritariamente pela aprovação da reforma trabalhista em 2017, o pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB) descarta o financiamento compulsório de sindicatos e tranquiliza os trabalhadores. 
    

Aeronáutica e espaço

5  Recentes descobertas da astrobiologia sugerem que grandes crateras são os lugares mais promissores para encontrar as matérias primas da vida em Titan, a maior lua de Saturno. Segundo o artigo publicado na edição de maio da Astrobiology:
A lua de Saturno, Titã, tem todos os ingredientes necessários para produzir “a vida como a conhecemos”. Quando expostos à água líquida, moléculas orgânicas análogas às encontradas em Titã produzem uma série de biomoléculas, como aminoácidos. Titan, portanto, fornece um laboratório natural para estudar os produtos da química prebiótica. 

Para Dr. Catherine Neish, cientista planetária especializada em crateras de impacto da University of Western Ontario e co-autora do artigo, embora os lagos de metano possam parecer a escolha óbvia, as crateras e os criovulcões são de fato locais mais atraentes. Nas crateras, a água pode fundir a crosta gelada de Titan - um passo necessário para a criação de biomoléculas complexas. "As crateras de impacto devem produzir água a uma temperatura mais alta do que os criovulcões", significando taxas de reações química mais rápidas, o que é promissor para criação de moléculas que suportem a vida.  

6  Astrônomos procuravam pelo chamado "Nono Planeta" quando se depararam com algo inesperado: 12 luas previamente desconhecidas orbitando o planeta Júpiter. Onze delas são consideradas normais e uma descrita como "real oddball" (verdadeira excêntrica) por causa de sua órbita única. Das normais, nove têm órbitas retrógradas e duas giram na mesma direção do planeta. Júpiter conta agora com o total de 79 luas conhecidas. 

A descoberta, só agora publicada, foi feita na primavera de 2017 por um time de cientistas do Carnegie Institution for Science, liderados por Scott Sheppard. "Júpiter estava no céu perto das áreas de busca onde estávamos procurando" [o Nono Planeta].  


7  Nova programação de testes para lançamento da cápsula Crew Dragon aponta agora para algum momento no próximo outono, segundo uma auditoria da NASA realizada no projeto conduzido pela SpaceX. A missão, chamada de Demo-1, ainda será não-tripulada. 

A primeira cápsula construída já se encontra em Cabo Canaveral visando o início dos preparativos. Com mais esse atraso no cronograma, a certificação final para voos tripulados fica para o primeiro semestre de 2020 [um problema sério para a NASA que só tem contrato com a Roscosmos até 2019]. 

O lançador, baseado no Falcon 9 Block 5 que voou com sucesso em maio último, trará como novidades um tanque de hélio pressurizado no estágio superior do foguete e correções para endereçar a causa provável da explosão de um Falcon 9 no pad de lançamento da Flórida em 2016.

EP #135 (12/7):
A Crew Dragon concluiu essa semana os testes de vácuo térmico antes do primeiro teste de voo, informou Janet Kavandi, diretora do Glenn Research Center da NASA nesta segunda-feira (9/7). A SpaceX planeja realizar dois voos de teste: o primeiro não tripulado em agosto e o segundo, tripulado, no mês de dezembro.  

EP #124 (27/6):
 A nova cápsula Crew Dragon da SpaceX já se encontra numa das instalações da NASA em Ohio onde será submetida a uma bateria de testes de certificação. A instalação ostenta uma enorme câmara de vácuo térmico, a única no mundo capaz de testar veículos de lançamento e motores de foguetes em condições de alta altitude, segundo autoridades da NASA. Uma vez aprovada nos testes, a Crew Dragon será transportada para lançamento no Centro Espacial Kennedy na Flórida no prazo de 2 a 3 meses acoplada a um foguete Falcon 9.



São Paulo, 23 de julho de 2018