Skip to main content

#160 - Impugnação de Lula pode sair em agosto

Boa quinta-feira galera. Em meio a uma comitiva do PT e de representantes de alguns partidos satélites, o registro da candidatura Lula foi realizado nesta quarta-feira (15/8) em Brasília. Ato contínuo, a procuradora-geral Raquel Dodge entrou com um pedido de impugnação junto ao ministro relator Luís Barroso. Dodge argumenta que Lula é inelegível devido a condenação em segunda instância e que ele se enquadra na Lei da Ficha Limpa. Se a impugnação for aceita Lula deixa de ser candidato em agosto, contrariando a estratégia do PT de esticar a corda ao máximo.

crédito: InfoMoney

2   Começa oficialmente nesta quinta-feira (16/8) a campanha eleitoral de 2018. Os partidos estão autorizados a fazer publicidade em todo o país, exceto pela TV que começa no próximo 31 de agosto. 

3   O Novo rejeita a utilização de dinheiro público. Amoêdo escreveu no Twitter que os R$2,6 bi destinados aos partidos equivalem a 240 mil crianças nas escolas durante 1 ano.

4   O plano do governo Bolsonaro inclui intenções bastante louváveis [que se contrapõem, por exemplo, às estratégias dos governos petistas]. Uma delas prevê a "libertação" dos cubanos do Mais Médicos. Supostamente incluiria opcionalmente torna-los funcionários públicos do Brasil com os direitos inerentes à função.



5   Sem um fato novo relevante Bolsonaro lidera as pesquisas nacionais, segundo a Paraná Pesquisas. As campanhas na TV devem mudar esse quadro: com 4,7 p.p. à frente de Alckmin, Marina não resiste ao Tucano. A grande incógnita é o poder de Lula em transferir votos para o seu clone.

Jair Bolsonaro: 23,9%
Marina Silva: 13,2%
Ciro Gomes: 10,2%
Geraldo Alckmin: 8,5%
Alvaro Dias: 4,9%
Haddad: 3,8%


Economia e política

6   O artigo "Suécia em chamas: como o 'paraíso progressista' vive um inferno imigratório" do jornalista Rodrigo Constantino, publicado nesta quarta-feira(15/8), merece a nossa atenção. Não por conta de uma improvável invasão migratória de grandes proporções em nossas terras, mas pela crescente violência que assola o país e em face da incapacidade que os governos têm demonstrado ao longo de décadas para lidar com a questão.

Rodrigo Constantino (Gazeta do Povo):
Múltiplas localidades suecas foram submetidas ao que parece ser um incêndio coordenado na segunda-feira, quando jovens atearam fogo em pelo menos 100 carros na cidade de Gothenburg, na cidade de Trollhättan, em Falkenberg e na capital Estocolmo.


crédito: Gazeta do Povo

7   "Para ser honesto, este provavelmente vai ser o presidente mais "pro black" que nós tivemos em nossas vidas", disse o pastor Darrell Scott em um encontro com Trump na Casa Branca, num momento em que a aprovação do POTUS entre os afro-americanos chega à casa dos 31%.







São Paulo, 16 de agosto de 2018