Skip to main content

#170 - Califórnia quer gerar 100% da eletricidade a partir de fontes renováveis

Boa quinta-feira galera. Uma proposta aprovada na Assembleia estadual pode tornar a Califórnia o segundo estado americano, ao lado do Havaí, a se comprometer com a meta de gerar 100% de sua eletricidade a partir de fontes renováveis e livres de carbono até 2045. Depende ainda dos votos na versão atual do "Senate Bill 100" e da assinatura do governador Jerry Brown.

Mark Morgenstein (Environment Texas):
SB 100’s interim goals include harnessing 50 percent of California’s electricity from renewable sources by 2026, and 60 percent by 2030. 
As California prepares to host the upcoming Global Climate Action Summit in San Francisco, Environment California urges the state Senate and Gov. Jerry Brown to make Senate Bill 100 into law, setting our sights on a future of clean electricity in California, and setting a strong example for states across the country.

crédito: MIT Tech Review

Aeronáutica e espaço

2   A NASA anunciou essa semana que a cápsula Orion Multi-Purpose Crew Vehicle (MPCV) já está construída e que seus componentes serão enviados à Flórida para montagem final. A Orion, em conjunto com o foguete Space Launch System (SLS), irá levar astronautas à Lua e futuramente realizar a primeira missão tripulada à Marte. Numa primeira etapa estão previstas duas missões.

Matt Williams (Universe Today):
Exploration Mission-1, which is scheduled to take place in 2020, will consist of an uncrewed Orion capsule being sent into orbit around the Moon and then returning to Earth. Using lunar gravity to gain speed and propel itself 70,000 km beyond the Moon – and almost half a million km from Earth – this mission will send a spacecraft farther into the Solar System than ever before.



Exploration Mission-2 (EM-2), which is scheduled to launch in 2023 aboard the newly-built SLS, will carry astronauts beyond the Moon before returning to Earth. This will be the first time that NASA has launched a crewed mission beyond Low-Earth Orbit (LEO) and will constitute a major stepping stone towards sending astronauts back to the Moon (for the first time since 1972) and deeper into the Solar System.

EP #079 (23/4):
O Congresso dos EUA aprovou os recursos de 2018 e 2019 para a NASA realizar a visão do Presidente Trump de manter a liderança do país na área espacial dando continuidade aos projetos Orion, Space Launch System e iniciativas junto ao setor privado. 
A mais interessante das metas estratégicas citadas é a que se refere ao Lunar Orbital Platform-Gateway (LOPG) - uma plataforma na órbita da Lua para estudo do satélite da Terra e do deep space. Eventualmente, a LOPG será utilizada como base intermediária para as viagens à Marte.
Os primeiros astronautas chegarão em 2025 a bordo de uma cápsula Orion atrelada a um módulo de serviço construído pela Agência Espacial Européia (ESA). Ambos serão levados ao espaço por um foguete Space Launch System (SLS).

Economia e política

3   Dólar fecha a R$ 4,14 nesta terça-feira (28/8) como a terceira maior cotação diária da moeda desde o Plano Real. Uma análise publicada pela Reuters aponta a ressaca pós-acordo entre EUA e México como explicação para o nervosismo do mercado internacional. No cenário interno, a referência é o julgamento pelo STF em setembro do recurso de um habeas corpus para o ex-presidente Lula.

Eleições 2018

4   O TSE convocou uma sessão extraordinária para esta sexta-feira (31/8)às 14:30h onde irá definir a questão da participação de Lula nas propagandas do PT no horário eleitoral. Vários pedidos têm sido feitos para que a participação seja vetada, incluindo uma feita pelo Partido Novo enviada ao ministro Luís Roberto Barroso.

5   O vereador e coordenador do MBL Fernando Holiday (DEM-SP), apoia João Amoêdo (Novo) para Presidente da República, mas já considera mudar seu voto para Jair Bolsonaro. 

6   A canalhice de certas redações de jornais não tem limites. O "erro" faz com que a mesma notícia seja publicada duas vezes. No caso, ambas com teor negativo para a imagem do candidato. Pior, agora ela está sendo replicada milhares de vezes nas mídias sociais.

crédito: Extra

7   Por decisão tomada nesta terça-feira (28/8) pelo TSE, as emissoras não serão obrigadas a cobrir a candidatura do presidiário Lula. Era só o que faltava. Já não é surreal o bastante esse limbo eleitoral em que o país se encontra a menos de dois meses do pleito?




São Paulo, 30 de agosto de 2018