Skip to main content

#174 - Museu Nacional: arqueólogo egípcio diz que objetos devem voltar à terra mãe

Boa quarta-feira galera. Para o arqueólogo Zahi Hawass "Se eles (objetos egípcios) não forem protegidos devem voltar à terra mãe", se referindo à repatriação de objetos de seu país expostos em museus ao redor do mundo.

João Fellet (BBC):
Ex-ministro de Antiguidades do Egito, o arqueólogo Zahi Hawass diz que o incêndio que destruiu boa parte do acervo do Museu Nacional - que incluía a maior coleção de arte egípcia da América Latina - foi uma tragédia também para seu país. "Como pode um grande museu numa cidade tão grande ficar desguarnecido e desprotegido contra incêndios?"
Hawass foi nomeado em 2002 secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, órgão do governo responsável pela preservação do patrimônio. Ele diz que visitou o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, em 2009. "Eu vi como as crianças de escolas corriam para ver as múmias e pude ver que os artefatos eram muito importantes", afirma.
Entre os 700 itens da coleção egípcia, havia sarcófagos, estátuas, amuletos, bronzes e múmias - a maioria dos períodos mais tardios da história egípcia, como o Reino Novo (1550 AC a 1077 AC) e o Terceiro Período Intermediário (1069 AC a 664 AC).

Esquife de Hori. Crédito: BBC/Museu Nacional

2  
 Ainda sobre o incêndio... “O reitor da UFRJ recebeu em salário líquido, ao longo de cinco meses, mais do que o museu recebeu até agosto. O museu é um dos órgãos da universidade”, diz o Antagonista.  É um escândalo!


3   Laurence Casagrande, ex-secretário do governo Alckmin, foi solto por ordem do ministro Gilmar Mendes. Casagrande é acusado de desviar R$ 600 MM das obras de construção do Rodoanel em São Paulo.

4   Hélio Beltrão foi Ministro de Estado em governos militares a partir de 1969. No final do século XX as deficiências atribuídas aos governo mais lembradas eram educação, saúde e "saneamento"...


Eleições 2018

5   O Ibope aguarda o aval do TSE para publicar uma pesquisa realizada esses dias cujo registro cita um cenário com Lula [ainda que a pergunta tenha sido retirada na última hora]. Resquício da confusão provocada pela Justiça Eleitoral ao deixar a questão da candidatura do ex-presidente para ser decidida horas antes do início das campanhas no rádio e na TV.   
    
6   Maioria na Câmara é diferente de "qualquer maioria". O governo Dilma-Temer teve maioria e deu no que deu. Mais que isso, foi praticamente uma unanimidade face a leniente oposição do PSDB. O que fez o governador do maior estado da federação para se opor ao lulopetismo enquanto este arrasava a economia do país por mais de uma década?



Cool Stuff




São Paulo, 5 de setembro de 2018