Skip to main content

#242 - Embraer deve fechar a venda para a Boeing ainda em 2018

Com o acordo, a Boeing assumirá o controle operacional da nova empresa criada para abrigar a divisão de jatos comerciais da Embraer. Uma equipe de gestão, incluindo um presidente e um CEO, ficará residente no Brasil liderando a joint venture. O reporte será direto para o CEO da Boeing nos EUA.

"Estamos perto de finalizar as negociações com a Boeing e devemos apresentar em breve a proposta ao governo para que acionem a golden share, disse Paulo César de Souza e Silva, presidente da Embraer, durante a reunião de resultados do 3o trimestre.

Uma vez aprovado em assembléia, o acordo irá para avaliação das organizações antitruste do Brasil e dos Estados Unidos. A expectativa das empresas é que o processo todo seja concluído até o final de 2019.

crédito: Embraer

EP #132 (9/7):
Boeing e Embraer fecharam nesta quinta-feira (5/7) um memorando de entendimento no qual a Boeing adquire 80% da divisão de jatos comerciais da Embraer por $3.8 bi USD e juntas criam uma nova empresa, ainda sem nome definido.
A comercialização de jatos comerciais representa mais de 60% do faturamento da empresa, algo como $6 bi USD / ano. As divisões de jatos executivos e de defesa que continuam com a Embraer correspondem a 25% e 13% respectivamente da receita atual da companhia.
As negociações continuam em andamento com a anuência do governo brasileiro que detém a chamada "golden share". A expectativa é que elas continuem ao longo de 2019.



São Paulo, 1 de novembro de 2018