Pular para o conteúdo principal

#306 - Astronautas retornam da ISS em Soyuz que apresentou vazamento

Três astronautas da ISS retornaram à Terra nesta quinta-feira (20/12) após 6 meses de atividades no espaço. A Soyuz MS-09 utilizada para retorno foi a mesma que os levou como parte da Expedition 56 em junho e que apresentou vazamento de pressão dois meses após ter atracado na estação espacial.

#171 (31/8):
Controladores de voo em Houston e Moscou notaram nesta quarta-feira (29/8) uma queda de pressão na cabine por volta das 2300 GMT enquanto os 6 membros da tripulação da Expedição 56 estavam dormindo, segundo declaração da NASA. 
Mais tarde, nesta quinta-feira, um novo boletim da Agência deu conta de que os astronautas haviam vedado um pequeno vazamento na nave Soyuz MS-09 acoplada no segmento russo da estação espacial. A causa provável foi o impacto de um micrometeorito. 

Reparos na Soyuz MS-09. Crédito: NASA

Informações divulgadas posteriormente deram conta de que o furo foi feito pelo lado de dentro da cápsula. A investigação ainda não foi concluída (ou o resultado não foi divulgado pela agência espacial russa, Roscosmos).

O pouso da Soyuz nas estepes geladas do Cazaquistão ocorreu às vésperas de um marco histórico para a exploração espacial. Em 21 de dezembro de 1968, há 50 anos portanto, os EUA lançavam a missão Apollo 8 com os três primeiros humanos a abandonar a órbita da Terra e circunavegar a Lua. 

Esta missão também foi a primeira a gerar uma transmissão televisiva ao vivo do espaço. Enquanto circundavam a Lua naquela noite de Natal, os três ocupantes da nave se revezaram na leitura dos dez primeiros versículos do livro do Gênesis, enquanto a câmera transmitia a imagem da Terra, em preto e branco. A transmissão fora, à época, o programa de televisão mais assistido da história. (Wikipedia).



São Paulo, 20 de dezembro de 2018