Pular para o conteúdo principal

#321 - Opportunity ainda sem sinais de vida. Até quando esperar?

Já se foram sete meses desde o último contato do pequeno* rover  da NASA que circula pelos vales marcianos desde janeiro de 2004. A comunicação entre o Opportunity e a Terra deveria ter sido retomada quando o sol voltou a brilhar na superfície de Marte, finda a maior tempestade de poeira registrada no planeta há décadas.

A equipe do projeto se mantém confiante de que o atual período marcado por ventanias [entre novembro e janeiro] possa limpar a poeira acumulada nos painéis solares como já aconteceu em anos anteriores.

Rover  Opportunity. Crédito: JPL/NASA

*1,6 x 2,3 x 1,5m (C x L x A)

EP #169 (29/8):
"Simplesmente não sabemos o que vai acontecer", disse Steve Squyres, um dos investigadores envolvidos no projeto, à publicação Space. Só existe um modo de descobrir e é esperar o aparelho emitir algum sinal, completou.
O último contato ocorreu em 10 de junho último quando o pequeno veículo foi forçado a uma espécie de hibernação devido a uma enorme tempestade na região da cratera Endeavour onde o Opportunity se encontra.

Trajeto da Opportunity até a Endeavour. Crédito: JPL / NASA

Entre abril e junho a energia produzida (em watt-hora) pelos painéis solares da Opportunity caíram significativamente o que veio a determinar o desligamento dos equipamentos:
  • 10/abril:   694
  • 08/maio:  667
  • 29/maio:  652
  • 03/junho: 468
  • 04/junho: 345
  • 06/junho: 133
  • 10/junho: 022
(fonte: Wikipedia)

EP #024 (5/2):
A NASA celebrou na última semana de janeiro (2018) os 14 anos de operação da Opportunity no solo de Marte. Os projetistas esperavam que a sonda operasse por não mais do que 3 meses.
As baterias do rover têm dado sinais de envelhecimento após tantos anos, mas a agência americana acredita que ainda pode extrair uma pouco mais de vida delas. Incrível!


São Paulo, 7 de janeiro de 2019