Pular para o conteúdo principal

#333 - Dassault ganha contrato para aplicar norma F4 aos caças Rafale

O governo francês anunciou ter contratado a Dasault para começar o desenvolvimento da norma F4 para o caça Rafale, com validação prevista para 2024 e algumas funções disponíveis já em 2022.

As atualizações incluem a integração do míssil ar-ar Mica NG produzido pela MBDA  - joint venture resultado da fusão da divisão de mísseis da Airbus, Leonardo e BAE Systems em dez/2001 - além do míssil ar-terra AASM da Safran.

Míssil Mica NG. Crédito: Wikimedia Commons

A norma F4 estabelece também melhorias nos sensores, radar, conectividade [esta visando combate em rede] e no Helmet Mounted Display System (HMDS).

Duncan Macrae (Air&Cosmos):
Dassault says that Rafale through-life support will become more “top-down”, under the authority of the aircraft manufacturer. F4 will include a new Prognosis and Diagnostic Aid System introducing predictive maintenance capabilities.
Other maintenance optimisation features are scheduled, including solutions based on Big Data and artificial intelligence. Lastly, the Rafale will be equipped with a new engine control unit.
Rafale F3-R. Crédito: Dassault

A norma F4 é o mais recente passo no processo contínuo de evolução dos Rafale, em linha com o progresso tecnológico e feedback operacional. As anteriores: F1 - específica para a marinha francesa; F2 - capacidades ar-ar e ar-solo; F3 e F3-R - versatilidade estendida.

Dominic Perry (Flight global): citando Eric Trappier, chief executive @Dassault
The F4 standard guarantees that the Rafale will remain at a world-class level so that our combat air forces can carry out all their missions with optimum efficiency, whether in coalition operations or completely independently, as required by the French nuclear deterrent.



São Paulo, 15 de janeiro de 2019


Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se