Pular para o conteúdo principal

#340 - Japão terá embarcação para operar seus novos F-35B. Governo aprova reforma de porta-helicópteros

O governo do primeiro-ministro Shinzo Abe aprovou nesta sexta-feira (18/1) o plano de conversão de dois porta-helicópteros da classe Izumo para torná-los capazes de abrigar aeronaves tipo F-35B. As primeiras 18 unidades que realizam operações VTOL (Vertical Takeoff and Landing), têm previsão de entrega para 2023.

Nesse meio tempo, as duas embarcações serão recondicionadas para acomodar os novos caças. No mínimo, os conveses de voo precisarão de um revestimento resistente ao calor para protegê-los dos gases de escape durante os pousos e as decolagens verticais daqueles caças.

Considerando as experiências de outros países, os dois Izumos modificados poderão embarcar uma dúzia ou mais de F35Bs além de helicópteros de apoio.

F-35B. Crédito New Atlas

David Axe (National Interest):
At present, Izumo and her sister ship Kaga normally embark just nine aircraft -- a mix of H-60 anti-submarine and rescue helicopters and MCH-101 minesweeping helicopters.
But the 814-feet-long ships, each displacing around 27,000 tons of water while fully loaded, in theory can accommodate 28 aircraft.

JS Izumo. Crédito: Ashai

EP #275 (28/11):
O governo japonês prepara a encomenda de 100 caças furtivos F-35 adicionais para substituir os antigos F-15 dos seus esquadrões ao longo dos próximos 6 anos, segundo fontes do Nikkei Asian Review.
42 deles já haviam sido encomendados no início de 2018.Para acomodar os F-35B, o governo pretende reformar o porta-helicópteros JS Izumo e assim hospedar os novos caças.
Cada F-35 custa mais de $88.1 MM USD, o que eleva o orçamento de compra do governo japonês em mais de 1 trilhão de ienes.
A aquisição adicional, que inclui modelos F-35A e F-35B (STOVL), virão em substituição à metade dos atuais 200 F-15 que não são mais passíveis de upgrade.



São Paulo, 18 de janeiro de 2019

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se