Pular para o conteúdo principal

#360 - Buraco negro incomum foi encontrado vagando no centro da Via Láctea

Pesquisadores japoneses utilizando o radiotelescópio ALMA, localizaram correntes de gás molecular orbitando o que parece ser um buraco negro de massa intermediária na região central da nossa galáxia.

Buracos negros, como sabemos, são sempre inferidos pois não podem ser vistos diretamente.

Os dados para a descoberta foram cedidos pelo ALMA - um conjunto de 66 telescópios montados na Zona de Chajnantor a 5 mil metros de altitude no deserto do Atacama no norte do Chile.

Radiotelescópios do ALMA. Crédito: Wikipedia

Meghan Bartels (Space):
When I checked the ALMA data for the first time, I was really excited because the observed gas showed obvious orbital motions, which strongly suggest an invisible massive object lurking, lead author Shunya Takekawa, a physicist at the National Astronomical Observatory of Japan, told New Scientist.

Astronomia e Universo:
Com base na forma e no movimento dos fluxos de gás, a equipe foi capaz de inferir que o objeto tem um equivalente em massa de cerca de 32.000 sóis.
Isso o torna um forte candidato para tal elo perdido intermediário no rol dos buracos negros, reunindo toda essa massa em um objeto do tamanho de Júpiter.

O trabalho da equipe japonesa, liderada por Shunya Takekawa, encontra-se publicado em arvix.org desde 31 de dezembro último. Confiram.



São Paulo, 29 de janeiro de 2019

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se