Pular para o conteúdo principal

#364 - Alemanha descarta F-35 como substituto dos caças Tornado. F/A-18 e Typhoon estão na final

Um funcionário do ministério da Defesa da Alemanha confirmou que o F-35 Lightining II da Lockheed Martin não é uma dos finalistas da concorrência que busca a substituição de 85-90 (depende da fonte) caças Tornado.

A decisão, que agora recai sobre Eurofighter Typhoon e o F/A-18 Super Hornet da Boeing, será tomada assim que o ministério da Defesa receba informações detalhadas acerca das aeronaves por parte dos fabricantes.

Berlim, vale lembrar, já favoreceu em algum momento o desenvolvimento de uma versão atualizada do Typhoon para atender à concorrência.

Não surpreende que os alemães queiram manter as empresas europeias envolvidas no desenvolvimento de aeronaves de combate. O Typhoon é produzido pelo consórcio formado pelas empresas Airbus, Leonardo e BAE Systems.

Sebastian Sprenger (Defense News):
Perhaps even more importantly, staying clear of disturbing Franco-German momentum in armaments cooperation.  

Panavia Tornado Tiger. Crédito: Pinterest

A questão de uma certificação para utilização de armamentos nucleares no caça que vier a ser escolhido, é uma das pendências para a decisão.

Defense World:
Germany also wants to confirm if the aircraft is capable of carrying US nuclear weapons to fulfill its obligations to NATO, Reuters quoted defense ministry sources as saying Friday.
The process could be time consuming because it requires the US to certify that the two fighters can carry their nuclear weapons.
The country presently has 85 Tornado fighters in its air force fleet but not all of them are capable of carrying nuclear weapons. Also, there's fear of increase in their maintenance costs.



São Paulo, 1 de fevereiro de 2019

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se