Pular para o conteúdo principal

Paquistão tenta esconder uso indevido de caças F-16, diz oficial indiano

Chefes das FFAA da Índia expuseram em uma conferência de imprensa realizada na quinta-feira (28/2) as manobras do Paquistão para negar a utilização de F-16 Vipers em seu ataque de retaliação contra instalações militares indianas dois dias antes, segundo o Business Today.

Os caças americanos F-16 só podem ser usados em operações antiterroristas, por conta de restrições contratuais impostas pelos EUA na venda das aeronaves para o Paquistão. No entanto, "há evidências suficientes para mostrar que os F-16s foram usados naquela missão e o Paquistão está tentando esconder esse fato", disse o Vice Marechal do Ar, RGK Kapoor. 

O vice-marechal exibiu ainda os destroços de um míssil AMRAAM AIM-120-C-5 onde se lia claramente o seu número de série, informando que apenas os F-16s do Paquistão os utiliza.

Destroços do míssil AIM-120-C-5. Crédito: News & Observer

Um dia após a Força Aérea da Índia (IAF) ter explodido campos de terroristas Jaish-e-Mohammed ao longo da Linha de Controle (LoC), o General Asif Ghafoor do Inter-Services Public Relation (ISPR) do Paquistão confirmou a a invasão do espaço aéreo indiano, mas negou a alegação da Índia de ter abatido um de seus F-16.

Segundo Kapoor, partes de um F-16 abatido pelo MiG-21 Bison da IAF foi recuperado dentro do território indiano. O  MiG-21 pilotado pelo comandante de Ala Abhinandan Varthaman, responsável pelo ação, caiu em seguida na Caxemira Ocupada do Paquistão.

MiG-21 Bison. Crédito: India Today

"R-73 selected", foi a última transmissão de rádio de Varthaman [piloto do MiG-21] antes de lançar o míssil ar-ar Vympel R-73 contra o caça F-16 do Paquistão, relata o Times of India nesta sexta-feira (1/3).


Fontes do Paquistão, por outro lado, informam que o engajamento com os MiG-21 foi feito por caças JF-17 Thunder (Ex Post #391).

As provas colhidas pela Índia referentes ao envolvimento de F-16s serão enviadas aos EUA.

According to The Economic Times, India will be sharing this evidence with the US to emphasise that the neighbouring country is misusing assets it may have acquired under the 'fight against terrorism' banner in 2008. 
Senior air force officers also told the daily that photographs obtained from Pakistani media show parts of the F-16 scattered across the border.



São Paulo, 04 de março de 2019   (ult. atualização: 11:48h)

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se

Ex Post #398