Pular para o conteúdo principal

Raytheon ganha contrato de $63.3 mi USD para desenvolvimento de armas hipersônicas

Raytheon, a fabricante do já bem conhecido míssil Tomahawk, obteve a dotação de $63.3 mi USD para continuar o desenvolvimento do programa de armas hipersônicas táticas planadoras (Tatical boost Glide) para a DARPA, segundo declaração da Raytheon nesta segunda-feira (4/3).

A empresa já havia obtido um contrato no valor de $174 mi USD para desenvolvimento do conceito de uma arma hipersônica de propulsão com ar aspirado para o governo.

Para o Pentágono, o desenvolvimento de contramedidas para armas hipersônicas é uma prioridade chave do governo americano.

Dr. Thomas Bussing, Raytheon Advanced Missile Systems vice president, (via UPI):
This latest contract adds to Raytheon's growing number of hypersonic weapons programs. Raytheon is working closely with our customers to quickly field these advanced weapon systems and provide our nation's military with the tools they need to stay ahead of the escalating threat.
 Ilustração do Falcon Hypersonic Test Vehicle. Crédito: Listverse

Ex Post #104 (29/5):
O anúncio feito em março último pelo presidente Putin acerca de sua nova arma hipersônica [codinome Avangard] tem deixado os americanos intrigados para dizer o mínimo. O artefato seria supostamente capaz de alcançar a incrível velocidade de Mach 20. Na semana passada, fontes da inteligência dos EUA disseram à CNBC que os russos têm realizados testes com sucesso e a arma poderá estar operacional já em 2020. 
Edd Gent (Live Science): Rather than generating its own power to reach hypersonic speeds, the glide vehicle catches a ride atop an intercontinental ballistic missile (ICBM). Typically, these rockets fly to space on an arcing trajectory before releasing warheads near the top of the parabola, and these warheads drop back down onto the target at hypersonic speeds under the power of gravity.
Rather than falling back to Earth, though, Avangard  reenters the atmosphere at an angle and its aerodynamic shape generates lift that lets it glide down at hypersonic speeds, says Juliano, which allows it to travel further farther and maneuver as it descends. 
The vehicle appears to follow a design known as a "waverider," Juliano said. Waveriders are hypersonic aircraft that have wedge-shaped fuselages specially designed to generate lift by surfing on the shock wave generated as its own aircraft punches through the air at a high speed.

Os russos não são, todavia, a maior preocupação dos norte-americanos. Para o sub-secretário de Defesa dos EUA, Michael Griffin, a China é o país com um avanço mais significativo dentre os adversários. 

Os chineses, diz Griffin, dispõem de um sistema bastante maduro para executar ataques convencionais com alcance na faixa de vários milhares de quilômetros. A declaração foi feita durante o House Armed Service Committee em 17 de abril de 2018, segundo reportou o Defese News à época. 



São Paulo, 06 de março de 2019

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se

Ex Post #402