Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2019

F-35: Polônia formaliza pedido de cotação para 32 caças furtivos da Lockheed Martin

Uma carta com o pedido de cotação foi enviada aos Estados Unidos relativa a intenção de compra das 32 aeronaves F-35A Lightning II da Lockheed Martin. O anúncio foi feito nesta terça-feira (28/5) pelo ministro da Defesa da Polônia, Mariusz Blaszack.

Os novos F-35A devem substituir a frota de 21 MiG-29 Fulcrum e 26 Sukhoi Su-22 adquiridos na época do antigo Pacto de Varsóvia. A compra é parte do Poland's Technological Plan 2017-2026.

Gareth Jennings (Jane's):
Further to the F-35As, Poland's request includes a logistics and training package. No value or delivery timeline was given by the minister, but on 16 May it was disclosed by the Ministry of National Defence (MND) that a first squadron of 16 aircraft will be received before 2026, with a second squadron following after.


São Paulo, 28 de maio de 2019

Assine o Feed        Apoie o Ex Post no Apoia.se

Ex Post #459

Comentários no Twitter: @ExPostCo

F-35: Japão tem planos para comprar 105 novos caças furtivos diz Trump

O interesse do Japão na compra de 105 novos caças F-35 foi citado pelo presidente americano em uma conferência de imprensa durante a sua visita ao Japão nesta segunda-feira (27/5).

“The United States supports Japan’s efforts to improve its defense capabilities, and in recent months we have sent them a large amount of military equipment", disse Trump.

Com a incorporação dos novos F-35 o Japão se tornará o aliado dos USA com a maior frota deste tipo de aeronave. Tal aquisição, no entanto, já estava no radar da Força Aérea japonesa há algum tempo.

Ex Post #275 (27/11):
O governo japonês prepara a encomenda de 100 caças furtivos F-35 adicionais para substituir os antigos F-15 dos seus esquadrões ao longo dos próximos 6 anos, segundo fontes do Nikkei Asian Review. 42 deles já haviam sido encomendados no início de 2018. Em 29 de março último o Japan Air Self-Defence Forces (JASDF) anunciou que a primeira remessa de caças - pertencentes ao 302o Tactical Fighter Squadron - alcançou o stat…

USA-Irã: Oman intervêm para reduzir as tensões no Oriente Médio

Oman está tentando reduzir as crescentes tensões entre os EUA e o Irã em meio às informações de que o Pentágono esteve considerando enviar mais tropas para a região.

O pequeno mas estratégico sultanato - localizado na entrada do Golfo e muito próximo ao Estreito de Ormuz, por onde escoa algo como 35-40% do tráfego marítimo de petróleo mundial - tem mantido boas relações com Teerã através de sucessivas crises regionais.


Naharnet Newsdesk:
"We and other parties seek to calm tensions between Washington and Tehran," state minister for foreign affairs Yusuf bin Alawi bin Abdullah said in a statement. "A war could harm the whole world, and both the American and Iranian sides are 'aware of the dangers'." Oman played a crucial role in bringing US and Iranian negotiators together for the preliminary talks that ultimately led to a landmark 2015 nuclear deal between Iran and major powers, including the United States.
No início de maio os EUA enviaram uma força-tarefa…

Exército da Líbia anuncia bloqueio naval no oeste do país

O Lybian Nacional Army (LNA) vai impor um bloqueio naval nos portos da Líbia ocidental para impedir o desembarque de equipamentos militares destinados às forças do Government of National Accord (GNA), forças essas reconhecidas pela comunidade internacional.

A ação foi anunciada pelo comandante Faraj al-Mahdawi do Exército Nacional da Líbia em um briefing de imprensa pela televisão na última segunda-feira (20/5). O bloqueio envolve a mobilização das forças navais para impedir especialmente a entrada de veículos blindados enviados pela Turquia.


O conflito para controlar a capital Tripoli já provocou 510 mortos e 2.467 feridos de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O desafiante, marechal Haftar é apoiado pela Arábia Saudita, Egito e Emirados Árabes Unidos, enquanto a Turquia e o Qatar se posicionam ao lado das forças do GNA.

"A Líbia está a caminho de uma guerra civil que poderá conduzir a uma divisão permanente do país", disse o enviado da ONU para a Líbia, Ghassa…

5G: China um passo à frente dos EUA

Em meio à guerra comercial com Pequim, Washington tem feito acusações contra a Huawei por prática de espionagem e de usar suas capacidades digitais com aquele propósito, incluindo a 5a geração de tecnologias móveis.

A terceira maior fabricante de smartphones do mundo negou essas alegações, mas Washington já decidiu tudo. Em agosto de 2018, Trump assinou uma lei proibindo o governo dos EUA de usar equipamentos da Huawei e de outro fornecedor chinês, a ZTE.


Os chineses estão se tornando líderes mundiais em IT e prontos para oferecer um pacote completo de 5G com chips. modems, estações base e terminais mobile. As redes 5G podem alcançar performances dezenas de vezes maiores do que a geração anterior, além de índices de latência ultra-baixos.

Do lado dos EUA, a AT&T anunciou em dezembro de 2018 o lançamento da primeira rede comercial em 5G. O novo padrão estará disponível em 12 cidades incluindo Atlanta, Dallas, Houston, New Orleans e San Antonio. Em abril último foi a vez da Verizon …

Disparo de mísseis na Coreia do Norte coincide com chegada de negociador dos EUA à Seul

O enviado especial dos EUA, Stephen Biegun, acabara de chegar em Seul quando um porta-voz do Exército sul-coreano anunciou a detecção do lançamento de mísseis pelo governo do ditador Kim Jong-un.

Dois mísseis de curto alcance foram disparados pela Coreia do Norte nesta quinta-feira (9/5) a partir de uma base distante 75 Km da capital Pyongyang. Trump condenou os disparos e disse estar acompanhando a situação "muito seriamente" [https://t.co/t4Z4bUKctk] — Ex Post © (@ExPostCo) 9 de maio de 2019
No sábado passado, outros mísseis já haviam sido lançados, segundo confirmou o ministro da Defesa da Coreia do Sul.

Os projéteis, foram disparados a partir da cidade costeira de Wonsan no oeste da Coreia do Norte, voaram entre 70-200 Km e caíram no mar (Ex Post #453).

O enviado norte-americano está em Seul para discutir a abordagem a ser adotada nas negociações com Pyongyang visando o desarmamento nuclear da península coreana.

O primeiro encontro da visita com o Representante Especial …

Coreia do Norte lança mísseis de curto alcance em direção ao mar

O lançamento de mísseis pelo governo do ditador Kim Jong-un foi confirmado pelo ministro da Defesa da Coreia do Sul.


Os projéteis, que foram disparados na manhã deste sábado (horário local) a partir da cidade costeira de Wonsan no oeste do país, voaram entre 70-200 Km e caíram no mar.

If the South Korean military reports are correct, this will be North Korea's first missile launch since November 2017, when it launched a much larger Hwasong-15 ICBM (below). Also the first from the Hodo site since April 2015 (Sources: NK News, CNS/NTI) pic.twitter.com/T8wcGrw6tQ — Martyn Williams (@martyn_williams) 4 de maio de 2019
Sophie Jeong(CNN):
Saturday's launch comes a few weeks after North Korea said it conducted a tactical guided weapons firing test, according to state media. It appeared Kim "has decided to remind the world -- and specifically the United States -- that his weapons capabilities are growing by the day. My fear is that we are at the beginning stages of a slide back t…